A Lua

A noite de Lua Cheia Arte na Aldeia de 24 de Novembro ficará marcada pela primeira apresentação do espectáculo “La tortilla de mi madre”.

““La Tortilla de mi Madre”, uma peça para degustar em minutos e para digerir pausadamente.”

“As notas de cómico, a que a companhia nos habituou desde os primeiros trabalhos, se, por um lado, atenuam a dimensão trágica da trama, por outro, revelam-se uma forma subtil de observar à lupa os pormenores quotidianos da existência que nos escapam ou que preferimos, porque nos doem, ignorar. A peça resulta, assim, numa reflexão perspicaz e acutilante sobre a impiedade do tempo, sobre as relações humanas, as incoerências da existência e sobre a solidão, a que nos forçam ou à qual nos forçamos, por comodismo ou por opção, e que é fruto da crescente desumanização que caracteriza o nosso tempo. É, ao mesmo tempo, a confirmação do efeito que livros e memórias podem ter nas nossas vidas, sobre como podem salvar-nos da loucura ou da solidão ou de ambas. Neste trabalho da Peripécia Teatro, ganha igualmente relevo o processo criativo da escrita, não raras vezes desassossegado e doloroso, em que o escritor se debate com as suas memórias, com as personagens que teimam em conduzir o curso da intriga ou com a falta de inspiração.”

Luisa Félix
Professora de Português Autora do Blog “letras são papéis” – amaroinfinito.blogspot.pt


24 de Novembro
20H – “LA TORTILLA DE MI MADRE” – Peripécia Teatro
Durante o dia: Passeio Micológico seguido de Almoço com Risotto de Cogumelos
22 de Dezembro
20H – Inauguração da Intervenção Artística de Jorge Marinho
20:30 H – “À ESPERA QUE VOLTE” – Teatro Regional da Serra de Montemuro
Durante o dia: Workshop “Como se faz o Pão-de-ló à Antiga